“Lei de morte” agora é aprovada em toda Austrália

  • 13/05/2022
“Lei de morte” agora é aprovada em toda Austrália
“Lei de morte” agora é aprovada em toda Austrália (Foto: Reprodução)

Suicídio assistido, eutanásia, morte sem dor e lei de morte — esses são alguns dos termos usados para interromper a vida de algumas formas, em casos extremos. 

A morte assistida já é realidade em vários países do mundo. No Brasil, porém, tanto a eutanásia quanto o suicídio assistido são consideramos crimes. 

A eutanásia — quando um médico administra o remédio letal ao paciente — é considerada homicídio simples. 

O suicídio assistido — quando o próprio paciente toma a droga indicada para morrer — é um crime contra a vida, descrito no artigo 122 como o ato “de induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou prestar auxílio para que o faça”. 

Na Austrália, porém, as leis são diferentes. Até 2017, a prática também era proibida, até que Vitória — o primeiro Estado a aprovar a polêmica lei — deu o primeiro passo sob o argumento de “dar aos enfermos uma escolha digna para o fim de sua vida”. 

Último Estado a  aprovar a “Lei de Morte”

Conforme um artigo de Anne Lim, do Eternity News, após um longo debate na última quarta-feira (11), o Conselho Legislativo de NSW — (Estado de New South Wales), aprovou por 20 votos a 17 a “Lei de Morte”. 

“Na próxima quarta-feira, 18 de maio, passa para a próxima etapa, que é o debate sobre as emendas propostas. Logo após haverá outra votação”, disse o deputado trabalhista Greg Donnelly, que votou contra o projeto.

O religioso Anthony Fisher, lamentou a aprovação do que ele também chama de Lei de Morte. “É incrível que o mesmo parlamento de NSW que protegeu os mais vulneráveis por cerca de dois anos, ​​tenha agora aprovado um projeto de lei que sanciona sua morte”, disse o arcebispo de Sydney. 

“A Lei de Morte nos divide em duas classes de pessoas: aquelas cujas vidas são protegidas pelo Estado com recursos de saúde, serviços sociais e aplicação da lei, e aquelas cujas mortes são facilitadas porque suas vidas não valem mais a pena”, continuou. 

“Toda vida é digna”

A deputada trabalhista australiana, Tara Moriarty, fez um discurso sincero no qual disse que queria viver numa sociedade onde a proteção, o apoio e a elevação dos mais vulneráveis ​​fossem primordiais.

“Ainda não consigo chegar a um ponto em que seja aceitável, por uma questão de princípio, colocar a morte voluntária assistida em lei”, ela disse.

“Continuo preocupada com as pessoas que podem sentir que a morte é uma opção válida e que seria inútil tentar lutar pelo maior tempo possível. Toda vida é digna. Eu entendo que a morte vem para todos nós e que para alguns de maneiras mais gentis do que para outros”, resumiu. 

Além da Austrália, o suicídio assistido é legal em países como Suíça, Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Alemanha, Espanha, Canadá, Colômbia e em alguns Estados dos Estados Unidos. 

Na maioria, a prática só pode ser aplicada a casos de doenças terminais ou incuráveis, que geram sofrimento insuportável ao paciente. Na Suíça, porém, essas condições não são necessariamente pré-requisitos e a interpretação de “sofrimento insuportável” é um pouco mais ampla.

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/noticias/lei-de-morte-agora-e-aprovada-em-toda-australia.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Peça Sua Música

Top 10

top1
1. Deus Proverá

Gabriela Gomes

top2
2. Algo Novo

Kemuel, Lukas Agustinho

top3
3. Aquieta Minh'alma

Ministério Zoe

top4
4. A Casa É Sua

Casa Worship

top5
5. Ninguém explica Deus

Preto No Branco

top6
6. Deus de Promessas

Davi Sacer

top7
7. Caminho no Deserto

Soraya Moraes

top8
8.

Midian Lima

top9
9. Lugar Secreto

Gabriela Rocha

top10
10. A Vitória Chegou

Aurelina Dourado


Anunciantes