Justiça autoriza aborto de bebê de 6 meses após diagnóstico de anomalia em BH

  • 12/05/2022
Justiça autoriza aborto de bebê de 6 meses após diagnóstico de anomalia em BH
Justiça autoriza aborto de bebê de 6 meses após diagnóstico de anomalia em BH (Foto: Reprodução)

Uma mulher de 38 anos, em Belo Horizonte, ganhou permissão da Justiça para interromper sua gestação de seis meses, após o bebê ser diagnosticado com uma anomalia em janeiro deste ano.

A autorização foi dada pelo juiz da 36ª Vara Cível de BH, Marcelo Paulo Salgado, no dia 6 de maio. 

Segundo o relatório médico anexado ao processo, o bebê sofre de uma doença chamada megabexiga, que pode causar dificuldades renais e a não formação do pulmão, o que tornaria impossível a respiração fora do útero.

A decisão do juiz considerou que o desenvolvimento de outras malformações, a diminuição de líquido amniótico e o desenvolvimento incompleto dos pulmões inviabilizariam a vida do feto ainda dentro do útero.

“É irrefutável o sofrimento psicológico a que estaria submetida a mãe e a inutilidade da exposição ao risco de vida ou de sequelas à sua saúde, ante a perspectiva nula de sobrevida do nascituro ou, em caso de sobrevida, a mínima expectativa de vida e sofrimento causado ao ser humano", afirmou.

A anomalia foi diagnosticada quando a mãe estava com 12 semanas de gestação. Em abril, quando o bebê estava com seis meses, a mulher fez um novo ultrassom, onde foi constatado uma piora no quadro do nascituro.

Após o diagnóstico, os pais decidiram abortar o bebê e entraram com o pedido na Justiça. 

O Ministério Público se manifestou contra o pedido de interrupção da gestação, afirmando que, apesar da chances de que "o feto venha a morrer intraútero ou até mesmo nos primeiros dias de vida, existe uma possibilidade, mesmo que pequena, de que ele possa ser assistido e manejado com terapia renal substitutiva".

Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o pedido dos pais foi aceito a fim de "afastar qualquer impedimento jurídico ao procedimento médico de interrupção da gestação".

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/noticias/justica-autoriza-aborto-de-bebe-de-6-meses-apos-diagnostico-de-anomalia-em-bh.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 10

top1
1. Deus Proverá

Gabriela Gomes

top2
2. Algo Novo

Kemuel, Lukas Agustinho

top3
3. Aquieta Minh'alma

Ministério Zoe

top4
4. A Casa É Sua

Casa Worship

top5
5. Ninguém explica Deus

Preto No Branco

top6
6. Deus de Promessas

Davi Sacer

top7
7. Caminho no Deserto

Soraya Moraes

top8
8.

Midian Lima

top9
9. Lugar Secreto

Gabriela Rocha

top10
10. A Vitória Chegou

Aurelina Dourado


Anunciantes